Feito uma luva

Rubens Barrichello vai mesmo correr com o número 21, último entre todos os carros competidores. Ou seja: nunca na história da F1, um número caiu tão bem a um piloto, não é?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *