O buraco não é mais embaixo

O Brasil está prestes a eleger para o seu comando uma mulher que bate na mesa, fala grosso, é mais macho que muito homem e não é a Rita Lee. É uma evolução? Depende.

O concorrente mais à altura desse verdadeito tanque de guerra não tem peso pra enfrentá-la, quanto mais força. E o síndico atual, um baixinho, corintiano, de fala fácil mesmo com língua plesa, tem certeza absoluta – assim como seus assessores – que é mais famoso que os Beatles. Consequentemente, que Jesus Cristo também.

Mas se na política estamos condenados a uma única direção, já que as duas frentes que disputam o comando do país só concorrem no discurso e na prática vão para o mesmo lado, olhe pra cima e agradeça. Pelo menos lá, onde não há políticos, nem padres comedores de criancinha ou lobby pra chegar mais alto, as coisas andam estabilizadas.

É que a Organização Mundial da Meteorologia (OMM) acaba de anunciar que a camada de ozônio que protege a Terra dos níveis nocivos de radiação ultravioleta, estabilizou nos últimos 10 anos. Não é nada, pelo menos nesse caso, o buraco não é mais embaixo. Continua lá em cima mesmo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *