Paradinha apertada

Todo ano a Parada do Orgulho GLBT leva pras ruas da região da Av. Paulista milhares de simpatizantes, ativos e passivos praticantes, pela causa dos homossexuais.

E este ano, a festa tradicionalmente colorida teve em seu protesto o tom monocromático da luta contra a homofobia. Uma causa séria, justa e o mais importante: nenhum pouco enrustida.

Seja como for, o movimento que a cada ano tenta se firmar como um grande protesto, tem alcançado seu objetivo e atraído mais e mais adeptos. Mas a multidão, que só aumenta, não se incomodou com o aperto. Pelo contrário. Nessas horas, se ta gostoso deixa. E quem deixou gostou.