Não se engane

Não é que a Sexy da Geisy Arruda seja um “fake” de revista de mulher pelada. Longe disso! A revista fez a lição de casa, tirou a roupa da moça e jogou na cara dos leitores aquilo que muita gente garante que ela tentou mostrar, ainda nos tempos de Uniban, mas não conseguiu porque não deixaram.

Foi mesmo um bom trabalho e, comenta-se nos bastidores, desde a Playboy da Hortência os limites do Photoshop não eram extrapolados assim.

Seja como for, não se engane. Por trás da Geisy das páginas da Sexy, bem lá na dobrinha, há quem garanta que tem uma gordinha sapeca, caprichada na tintura e cheia daquelas caras e bocas aqui, louca pra sair desse corpo que tá na revista, mas não lhe pertence. Afinal, quem foi Geisy Arruda nunca perde a magestade.

Mudando de lado (de novo)?

Não é de hoje que o atacante Richarlysson, do São Paulo – claro! – faz a sobrancelha e muita marra durante os jogos. O que acaba quase sempre deixando o time na mão. Como no clássico contra o Santos que, por pouco, o São Paulo não leva.

Mas o que vem preocupando torcedores do tricolor e amigos mais chegados do jogador não é a marra dele ou a sobrancelha bem pinçada. Até porque, isso todo são paulino entende.

O problema é a violência que o futuro ex-craque vem apresentando, como no carrinho criminoso dado no lateral Zé Eduardo.

Aí tem! Afinal, como se sabe, entrar duro por trás, francamente, não é a dele.

Feito pinto de japonês no lixo

Apesar das previsões de crise que ainda circulam pelo mundo econômico, o ministro Guido Mantega anda otimista e feliz feito pinto de japonês no lixo. Durante um fórum econômico em São Paulo, o ministro disse que acredita em um avanço de 0,5% a 1% no PIB no 2º trimestre e 7% em 2010.

Não é nada, mas pensa bem: olhando com olhos orientais 0,5% já faz cócegas. Não?

Quem é o burro agora?

Queniano de 30 anos que alegou ter sido enganado pelo diabo depois que sua mulher o abandonou pra casar com outro e ele ficou carente, foi condenado a 14 anos de prisão por fazer sexo com um burro.

Ao que tudo indica a justiça entendeu o óbvio: se alguém enganou alguém nessa história foi a mulher. E o verdadeiro burro, não foi o que tomou naquele lugar, foi o queniano metido a “esperto”.

Sempre cabe mais um

Corre à boca pequena nas principais clínicas de cirurgia plástica de São Paulo o boato de  que cabe muito mais que um celular entre os seios da modelo e torcedora mais famosa do Paraguai, Larissa Riquelme aqui.

Quem vê concorda e, pelo sim pelo não, sugestões de coisas para colocar ali no meio não faltam. Você tem uma?