Partido, verde e “dichavado”

É fato: Marina Silva e seu Partido Verde fizeram história no primeiro turno dessa eleição. Mas parou por aí. A decisão sobre o apoio – ou não – de um dos candidatos ao segundo turno ainda não foi tomada e até agora, não se sabe se Marina casa, separa ou compra uma bicicleta pra passar por cima da Dilma, que fala com a voz da Nany People, ou do Serra, o vampiro brasileiro.

Certo mesmo é que nunca na história desse país, Serra e Dilma foram tão ambientalistas. Dilma já pensa até em trocar o vermelho do seu figurino obeso básico pelo verde marineiro.

E Serra nem precisa se esforçar tanto, já que, de tão pálido é praticamente verde!

Já o PV, que segue cada vez mais dividido sobre este o apoio no segundo turno, periga terminar as eleições “dichavado”. E neste caso, é só passar pro Gabeira bolar, apertar e acender. Por que esse é do bom!

Serra que se cuide!

Desde que soube do estudo publicado pela Escola de Administração da Universidade do Colorado aqui, José Serra anda meio cabreiro.

Segundo os pesquisadores, mulheres atraentes e de beleza acima da média são rejeitadas ou discriminadas quando se candidatam a cargos masculinos importantes, como gerentes, supervisores, diretores e presidentes… O que aumenta, substancialmente as chances de Marina Silva e Dilma Rousseff, né não? Ele que se cuide…